Skip to content

Perdi um amigo, perdi um cliente !

A vida tem destas coisas. Numa hora uma pessoa está extremamente contente, motivada e cheia de ideias na cabeça, no minuto seguinte tudo cai por terra e sentimos-nos impotentes perante estas situações da vida.
Há muito que comecei a trabalhar Online, seja a part-time e depois a full-time. Um dos primeiros clientes que tive, para produção de conteúdo, foi o Bruno. Sem me conhecer, sem ver o meu trabalho e baseando-se apenas no que conhecia do meu projecto SerFreelancer.com fez-me uma encomenda de 60 artigos sobre jogos de azar, poker e casinos online. 

Depois disso já passaram uns 3 anos, todos os meses eu recebia um e-mail do Bruno, umas vezes eram encomendas de 10 artigos, outras de 20, chegou a fazer várias de 60 artigos. Sempre com a ideia de aumentar a sua cadeia de sites e confiando no meu trabalho plenamente. Muitas vezes falhei nos prazos, muitas vezes deixei-o à espera várias vezes, mas a verdade é que ele nunca desistiu do meu trabalho e os feedbacks que dava em fóruns públicos eram no mínimo confortantes e motivadores para eu continuar a trabalhar.

Depois de alguns trabalhos feitos, acabámos por construir uma pequena amizade, mesmo que há distância, ele confessava-me o seu estado de saúde, eu tentava ajudar e encorajo-lo no que conseguia. Nunca imaginei que as suas palavras teriam o desfecho que foi. No passado Domingo, depois de um almoço em família e de ir ver o resto da famelga toda (coisa que acontece 1 vez no mês), regressei a cada para terminar 2 artigos que me faltavam para ele, tinha sido quase 1 mês e meio a trabalhar para ele. Antes de começar a trabalhar dou uma vista de olhos pelas redes sociais, mails e fóruns e acabo por me deparar com a pior notícia possível: tinha perdido um amigo!

Logicamente que o choque foi muito, todos sabiam do seu estado de saúde, mas a sua força, motivação e vontade de viver eram, no mínimo, inspiradoras. Nunca imaginei que este fosse o desfecho da situação e do seu estado de saúde. As horas de seguintes foram avassaladoras, tudo me passou pela cabeça, angústias, desespero, tristeza e até stress natural, apoderaram-se do meu organismo e principalmente, da minha cabeça.

Foi um final de dia horrível, uma notícia triste e que dificilmente me vou esquecer. Apesar de ser um dos meus melhores clientes, era um amigo! Mesmo sendo um amigo apenas online, eu considerava-o um amigo, uma excelente pessoa.

O mundo ficou mais pobre! Perdi um amigo, perdi um cliente ! Até sempre Bruno.

Publicado em:Geral

2 Comments

  1. Joao Joao

    Uau, estou sem palavras. Obrigado por partilhares isto.

    Qual era o apelido do Bruno?

    • anamartelo anamartelo

      O apelido era Figueiredo, mas era conhecido como Netfast !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *